Analista de Projetos (2 vagas)


Location : Brasília, BRAZIL
Application Deadline :26-May-19 (Midnight New York, USA)
Type of Contract :Service Contract
Post Level :SB-4
Languages Required :
English   French   Spanish   Portuguese
Starting Date :
(date when the selected candidate is expected to start)
03-Jun-2019
Duration of Initial Contract :7 meses
Expected Duration of Assignment :O contrato pode ser renovado pela vigência do projeto, mediante avaliação de desempenho.

Background

O Governo brasileiro, por meio da cooperação Sul-Sul, busca contribuir para a melhoria dos indicadores de desenvolvimento sustentável de países dos continentes americano, africano e asiático. Para tanto, tem celebrado acordos de cooperação que permitam a transferência de tecnologia e de conhecimentos, o compartilhamento de experiências e de boas práticas em políticas públicas com vistas a desenvolver capacidades individuais e institucionais nos países parceiros.

A Agência Brasileira de Cooperação (ABC) é o setor responsável no Ministério das Relações Exteriores pelas atividades de planejamento, negociação, elaboração, implementação, execução, monitoramento e avaliação de iniciativas de cooperação técnica Sul-Sul empreendidas pelo Governo brasileiro. De modo a cumprir com suas atribuições, e em função da intensificação de suas atividades, a ABC conta com o apoio técnico de profissionais habilitados em gestão de projetos desenvolvidos em diversas áreas, tais como agropecuária, saúde, desenvolvimento social, trabalho, administração pública, cultura, economia, transportes, dentre outras, bem como de profissionais com perfil administrativo, financeiro e gerencial.

Cabe destacar que as ações de cooperação Sul-Sul (CSS) brasileiras buscam alinhamento com as políticas nacionais de desenvolvimento do país, bem como visam ao cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentáveis – Agenda 2030 das Nações Unidas. Nesse contexto, a CSS brasileira está voltada a ações nas áreas de educação, saúde e agricultura e outras, a exemplo de administração pública financeira e bancária, produção de medicamentos, desenvolvimento urbano, formação profissional. Busca-se, dentro do demandado pelos parceiros, a multidimensionalidade da atuação. A experiência brasileira é um referencial para os países cooperantes. A diversidade das realidades que o Brasil apresenta facilita o estabelecimento de um diálogo próximo das realidades de diferentes países africanos.

O Projeto BRA/18/026 “Melhoria da efetividade e transparência dos sistemas de registro de agrotóxicos dos países da América latina e Caribe” tem como objetivo contribuir para o aumento da produtividade e competitividade do setor algodoeiro de países da América Latina e Caribe produtores da commodity, por meio do fortalecimento de capacidades técnicas e organizacionais das Instituições governamentais relevantes, a partir das experiências do Brasil em relação a registro de agrotóxicos.

Além do PNUD, participam do projeto, a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e Renováveis), o MAPA (Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária) e o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), responsável pelo financiamento das ações decorrentes do Projeto.

 


Duties and Responsibilities

Apoiar a concepção, a programação, a elaboração e a execução de projetos e atividades de Cooperação Técnica Internacional, com foco na modalidade Sul-Sul, para atuação neste projeto e em outros, caso necessário.

a) Prover subsídios técnicos em negociações relacionadas ao desenvolvimento de programas de cooperação técnica internacional;

b) Apoiar na elaboração de programas, projetos e atividades de cooperação técnica internacional, na modalidade Sul-Sul, vinculados a negociações mantidas entre o Governo brasileiro, outros países e organismos internacionais, em particular na elaboração de projetos de apoio ao fortalecimento do setor algodoeiro dos países em desenvolvimento;

c) Prover suporte técnico à análise de viabilidade das propostas de projetos de cooperação Sul-Sul (bilateral, trilateral e regionais);

d) Preparar informações analíticas sobre o desenvolvimento dos programas, projetos e atividades;

e) Conceber e operacionalizar instrumentos de disseminação de experiências de sucesso da cooperação Sul-Sul do Brasil;

f) Assessorar na identificação e formulação de mecanismos triangulares de cooperação Sul-Sul;

 

g) Apoiar na identificação/elaboração de bases de dados ou documentos síntese das prioridades dos países parceiros recipiendários da cooperação.

Sob a supervisão do Project Manager, apoiar a concepção, programação, elaboração e execução de projetos e atividades de Cooperação Técnica Internacional, para atuação no projeto BRA/18/026 e em outros, caso necessário.


Competencies

Competências funcionais:

Desenvolvimento e Eficácia Operacional

  • Habilidade para manter informações e bases de dados
  • Analisar informações gerais e selecionar os materiais
  • Habilidade para analisar dados, identificar e ajustar as discrepâncias.
  • Capacidade analítica de resolução de problemas e análise de números.
  • Capacidade de interpretar relatórios financeiros e orçamentários.
  • Capacidade de produzir registros precisos e bem documentados em conformidade com o padrão exigido.
  • Habilidade para lidar com um grande volume de trabalho possivelmente sob restrições de tempo.

Gestão de conhecimento e aprendizagem

  • Habilidade em compartilhar conhecimento e experiência
  • Capacidade de trabalhar ativamente para promover continuidade na aprendizagem pessoal e na aplicação de habilidades recém-adquiridas
  • Habilidade e conhecimentos fundamentais de processos, métodos e procedimentos;
  • Compreender os principais processos e métodos de trabalho, políticas e procedimentos organizacionais relativos à posição e aplica-los de forma consistente com as tarefas de trabalho
  • Demonstrar bom conhecimento de tecnologia da informação e aplicá-lo no trabalho
  • Promover a aprendizagem organizacional e o compartilhamento de conhecimentos

Promoção de mudanças e desenvolvimento organizacional

  • Habilidade de apresentar informações sobre as melhores práticas de mudança organizacional
  • Habilidade para identificar problemas, manejar e gerir conflitos, bem como propor soluções

Liderança e Auto- Gestão

  • Demonstrar auto-desenvolvimento e a tomada de iniciativa;
  • Capacidade de atuar como integrante de uma equipe e facilitador do trabalho em equipe e incentivar a comunicação eficaz
  • Criar ambiente sinergético através da auto-controle
  • Habilidade para coletar dados e implementar sistemas de gestão
  • Habilidade para utilizar informações / dados / outros sistemas de gestão
  • Habilidade para reunir e divulgar informações sobre prestação de contas e sistemas de gestão baseada em resultados
  • Habilidade para elaborar relatórios para clientes internos e externos adequadamente
  • Capacidade de organizar e priorizar agenda de trabalho para atender às necessidades e os prazos

Competências Coorporativas:

  • Demonstrar comprometimento com a missão, visão e valores do PNUD
  • Demonstrar sensibilidade e capacidade de trabalhar com diversidade cultural, de gênero, religiosa, raça ou nacionalidade.
  • Tratar a todos de forma justa e sem favoritismo.


Required Skills and Experience

 

Escolaridade:

  • Graduação universitária, preferencialmente nas áreas de Relações Internacionais, Administração, Economia, Ciências Sociais ou áreas afins.
  • Mestrado ou pós-graduação em gestão de projetos, temas ligados à cooperação internacional ou a áreas de interesse para a cooperação internacional brasileira, tais como desenvolvimento social, meio-ambiente e desenvolvimento sustentável, agricultura e segurança alimentar ou experiência relevante adicional de 4 anos, além dos 6 anos requeridos.

Experiência:

OBRIGATÓRIO:

  • Experiência mínima de 6 anos comprovada em currículo, na identificação, elaboração, execução e monitoramento de projetos de cooperação internacional para o desenvolvimento.

DESEJÁVEL:

  • Experiência na implementação da cooperação Sul-Sul, preferencialmente desenvolvida pelo governo brasileiro;
  • Experiência em negociação de projetos de cooperação com países africanos ou asiáticos;
  • Conhecimento dos procedimentos da ABC para a elaboração e negociação de projetos de cooperação técnica internacional no âmbito do Governo Brasileiro;
  • Experiência na organização de eventos e acompanhamento de missões técnicas;
  • Experiência na área de licitações, contabilidade e prestação de contas.

Idiomas:

Obrigatório: Fluência oral e escrita em português e espanhol;

Desejável: Desejável fluência em inglês e/ou francês.

Importante:

Podem se candidatar ao processo pessoas de nacionalidade brasileira ou outros legalmente autorizados a trabalhar no Brasil.

Para este cargo, o candidato deve ter inscrição no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Para os candidatos que moram em cidades diferentes da duty station (Brasília-DF), o PNUD não dará subsídios para custear eventuais deslocamentos em caso de aprovação.

Candidaturas:

Para terem candidaturas válidas a este processo, os candidatos deverão submeter o formulário P11 do PNUD devidamente preenchido;

Apenas as candidaturas cadastradas no site do PNUD (www.pnud.org.br), no link “Oportunidades” - “APPLY NOW”, tendo o formulário P11 do PNUD devidamente preenchido e enviado dentro do prazo, serão examinadas.

Não serão emitidos recibos individuais de confirmação da candidatura devido ao volume de candidaturas.

O PNUD está empenhado em garantir a diversidade da força de trabalho em termos de nacionalidade, gênero, raça e cultura. Os indivíduos pertencentes a grupos indígenas e pessoas com deficiência são igualmente incentivados a se candidatar. Todas as candidaturas serão tratadas com sigilo.

Devido ao grande volume de candidaturas recebidas, apenas os candidatos pré-selecionados serão contatados.


UNDP is committed to achieving workforce diversity in terms of gender, nationality and culture. Individuals from minority groups, indigenous groups and persons with disabilities are equally encouraged to apply. All applications will be treated with the strictest confidence.

UNDP does not tolerate sexual exploitation and abuse, any kind of harassment, including sexual harassment, and discrimination. All selected candidates will, therefore, undergo rigorous reference and background checks.


If you are experiencing difficulties with online job applications, please contact erecruit.helpdesk@undp.org.

© 2016 United Nations Development Programme