Assessor (a) Técnico (a) para o UNFPA: Projeto de prevenção e redução da gravidez não intencional na adolescência nos municípios do oeste do Paraná


Localidad : Brasilia, Brasil
Fecha límite de postulación :20-Nov-18 (Medianoche Nueva York, Estados Unidos)
Tipo de contrato :Service Contract
Nivel de puesto :SB-4
Idiomas requeridos :
Inglés   Portugués
Duración esperada del puesto :1 year, with the possibility of renewal

Antecedentes

O Projeto de Prevenção e Redução da Gravidez não Intencional na Adolescência nos Municípios do Oeste do Paraná (BRA06ITA/Convênio 4500049158) é uma parceria entre ITAIPU Binacional e o Fundo de População das Nações Unidas. Contempla ações que contribuirão para que adolescentes do Oeste paranaense exerçam os seus direitos e sua saúde sexual e reprodutiva com segurança e consciência, para que essas/esses adolescentes acessem informações e serviços acolhedores de saúde e planejamento reprodutivo, e para que ampliem suas habilidades para a vida e competências socioemocionais essenciais para seu pleno desenvolvimento. Além dos impactos na vida de adolescentes e de suas famílias, a gravidez não intencional pode significar, também, desafios em termos econômicos e no que se refere à superação de desigualdades e iniquidades sociais. Uma gravidez, maternidade ou paternidade não intencional na adolescência, especialmente quando não resultante de planejamento e desejo, consiste em uma nítida manifestação de vulnerabilidade dos direitos humanos de adolescentes. Os processos de embarreiramento e obstaculização no acesso a direitos dessas/desses adolescentes podem dificultar que esses/essas adolescentes alcancem o seu pleno potencial.

Apesar de a incidência de gravidez na adolescência ter apresentado uma queda de cerca de 17% de 2004 a 2015 no Brasil, dados do Ministério da Saúde indicam que aproximadamente 18% dos nascimentos no país são de mães com 19 anos ou menos. Essa proporção está acima da média mundial, que é de cerca de 10% dos nascimentos de mães nessa idade. Na Europa e Ásia, essa proporção varia entre 5% e 7%, enquanto na região de África ela encontra-se em torno de 15% dos nascimentos (UNFPA, 2016). Em termos subnacionais, a Região Sul do Brasil 14,27% dos nascimentos são de mães de 19 anos ou menos e, para o Estado do Paraná, esse número é de 15,35%.

Buscando abarcar as dimensões envolvidas na situação social na qual se pretende incidir, o Projeto é amplo, englobando diversas atividades, sistematizadas segundo quatro principais pilares: saúde, educação, pesquisa e comunicação.


Deberes y responsabilidades

No âmbito do Projeto de Prevenção e Redução da Gravidez não Intencional na Adolescência nos municípios do oeste paranaense o (a) assessor(a) técnico (a) deverá:

(a) Participar ativamente na equipe de implementação das ações do projeto, em diálogo com a equipe de projeto localizada em Foz do Iguaçu, com ITAIPU Binacional e com o escritório do UNFPA em Brasília, sob orientação e supervisão do escritório do UNFPA em Brasília;

(b) Analisar e desenvolver subsídios para a gestão e implementação do projeto, incluindo aportes técnicos, logísticos, articulação e outros, em todas as fases do projeto;

(c) Trabalhar com parceiros nacionais e subnacionais para construir entendimentos comuns e atividades de projeto coordenadas;

(d) Providenciar uma constante produção e sistematização das informações necessárias para produção de instrumentos de relatoria, monitoramento, análises de contexto, mapeamento de atores e outros aspectos relevantes ao projeto, conforme solicitado.

Atividades a serem desempenhadas:

1)      Contribuir na administração e atuar na implementação do projeto, incluindo aspectos técnicos, logísticos, de articulação e outros, em todas as fases do projeto; 

2)      Produzir cronogramas, minutas de planos de trabalho, relatos estratégicos para organização, planejamento e monitoramento das atividades do projeto;

3)      Participar de reuniões preparatórias com as equipes e quaisquer outros encontros necessários para implementação e monitoramento do projeto;

4)      Oferecer subsídios necessários para diagnósticos, mapeamento de dados sociodemográficos, apresentações gráficas ou outros levantamentos e apresentações solicitados;

5)      Sistematizar informações referentes à gestão do projeto para registro e compartilhamento com as equipes, bem como produzir subsídios e análises para o desenvolvido de um modelo que poderá ser eventualmente replicado em outras localidades;

6)      Atuar na comunicação e articulação junto aos municípios que aderiram ao projeto, gestores(as), tomadores(as) de decisão, consultores(as) e demais atores relevantes;

7)      Contribuir nas atividades em parceria com a equipe que estará sediada em Foz do Iguaçu - PR para ações relacionadas ao projeto;

8)      Atender as equipes e os parceiros com relação às suas demandas operacionais, técnicas e procedimentais;

9)      Realizar visitas in loco a municípios e escritórios, conforme necessidade do projeto;

10)      Atuar na elaboração de documentos diversos, como notas técnicas, talking points, briefings, relatórios e apresentações multimídia;

11)      Atuar na elaboração de termos de referência ou especificações técnicas para serviços de consultoria e outros serviços, assim como bens/equipamentos a serem adquiridos no âmbito do projeto;

12)      Participar de seminários, encontros, reuniões e/ou outros, socializando dados, informações e análises, em conformidade com a visão, o mandato do UNFPA e o documento de projeto, sempre que solicitado;

13)      Contribuir junto à equipe para o cumprimento integral das operações com as normas, regras e políticas do UNFPA e de ITAIPU Binacional, quando aplicável, na implementação de estratégias operacionais;

14)  Quaisquer outras atividades dentro da área de atuação correspondente que venham a contribuir com a operacionalização do projeto.

Monitoramento e Avaliação:

O processo de monitoramento e controle do andamento da implementação do projeto deverá ser realizado de maneira continuada. O (A) assessor (a) técnico (a) deve buscar propor formas de registro do andamento do projeto. Para tanto, deverá participar das reuniões de elaboração de instrumentos de análise e registro referentes aos processos de implantação do projeto. Deverá registrar os processos de acompanhamento e desenho de estratégias de projeto, com foco nas ações de comunicação.


Competencias

Competências Corporativas:

Integridade, Ética e Valores

Agir de acordo com os valores da ONU, do UNFPA e da Itaipu Binacional, com as normas administrativas, códigos de conduta e princípios éticos;

Exercer julgamento crítico  e confidencialidade ao lidar com os dados operacionais com foco no melhor cumprimento do mandato do UNFPA;

Gerenciar conflitos/negociar e solucionar divergências;

Construir, implementar, monitorar e avaliar projetos;

Apresentar criatividade e inovação;

Desenvolver trabalho em equipe;

Apresentar comunicação eficiente;

Propiciar o compartilhamento de conhecimentos;

Agir com transparência e razoabilidade/honestidade/justiça na tomada de decisão;

Tratar a todos de forma justa e sem favoritismo.

Orientação Parceiro/Cliente:

Contribuir para alcançar resultados positivos para clientes e parceiros antecipando necessidades, preocupações, respondendo a eles de maneira eficiente.

Sensibilidade à diversidade cultural:

Demonstrar comportamento inclusivo com colegas, stakeholders, parceiros, desenvolvendo relações transculturais bem-sucedidas;

Ser adaptável e sensível às diferenças políticas, religiosas e culturais;

Promover ativamente a equidade e a diversidade de gênero e raça em todas as ações.

Inovação:

Demonstrar curiosidade e criatividade ao solucionar problemas;

Habilidade de comunicar informações e ideias;

Autonomia e Inteligência Emocional;

Ser flexível/tolerante com diferentes pontos de vista.

Accountability:

Ser responsável no tratamento de informações;

Garantir que as informações sejam coletadas, registradas e utilizadas para minimizar erros e fortalecer a implementação;

Assegurar tomadas de decisão adequadas e transparentes;

Garantir a observância das regras e políticas internas da Itaipu Binacional e UNFPA.

Habilidades básicas:

Alcançar Resultados

Buscar formas de otimizar o uso dos recursos e garantir a correta execução das políticas;

Promover ações que garantam a execução das atividades diárias pontualmente;

Desenvolver e gerenciar programas baseados em resultados;

Construir parcerias estratégicas.

Solução de problemas:

Apoiar ativamente os serviços programáticos e operacionais e promover trocas de informações com a equipe de coordenação geral e de supervisão;

Apoiar a implementação de soluções apropriadas para operações do UNFPA focando em práticas que tenham potencial de aprimoramento dos sistemas existentes e que possam levar à identificação de medidas de solução de problemas;

Trabalho em equipe e gerenciamento de relacionamentos:

Promover a harmonia do time colaborando com colegas e considerando devidamente as ideias de outros/outras;

Manter a calma e o foco mesmo sob pressão;

Aproveitar a diversidade da equipe para alcançar melhores e mais inovadores resultados;

Demonstrar resiliência ao lidar com tarefas complexas e urgentes;

Ter habilidade para trabalhar individual e coletivamente.

Communication for Impact:

Comunicar-se de modo eficaz;

Incentivar e engajar-se em discussões abertas e objetivas demonstrando a habilidade para ver os problemas e situações a partir da perspectiva do trabalho em equipe (ou coletivo);

Expressar as ideias com clareza e incentivar o diálogo aberto para desenvolver melhores soluções sem prejudicar as relações entre pares;

Possuir excelentes habilidades de escrita e comunicação;

Possuir boas habilidades de pesquisa e de sintetização de informações.


Habilidades y experiencia requeridas

Requisitos obrigatórios:

(a) Graduação e Pós-graduação (Stricto ou Lato Sensu) preferencialmente em Políticas Públicas, Política Social, Gestão de Projetos, Ciências Sociais e Saúde, Ciência Política, Gestão em Saúde, Direito, Serviço Social, Administração Pública, Saúde Coletiva ou áreas afins e 4 (quatro) anos de experiência relevante para o posto (gestão e implementação de projetos de cooperação técnica nacional ou internacional, preferencialmente nas áreas de gênero, políticas intersetoriais).

Caso o profissional não possua a Pós-graduação citada, essa escolaridade poderá ser substituída por 4 (quatro) anos adicionais de experiência, além das exigidas como requisito mínimo obrigatório;

(b) Capacidade de análise e síntese de comunicação oral e escrita;

(c) Disponibilidade para realizar viagens e deslocamentos entre os municípios.

Requisitos desejáveis:

(a) Sensibilidade ou experiência profissional com relação às assimetrias ou situações sociais que constituem o tema da gravidez não intencional na adolescência como maternagem, machismo, racismo, adultismo, paternidades responsáveis, masculinidades;

(b) Experiência com temas relacionados à gravidez não intencional na adolescência;

(c) Possuir informações e sensibilidade para acolher e trabalhar com diversidades culturais, de gêneros, raças e sexualidades;

(d) Capacidade de organização e cumprimento de prazos.

Idiomas:

Português - Obrigatório

Inglês - Obrigatório

Desejável conhecimento de trabalho de Espanhol.

Post Level/Remuneração: SB4/1 (Valor: R$ 6.100,00 (seis mil e cem reais) mais benefícios e plano de saúde para o contratado, além de pagamento de recolhimento do seguro social e seguro de vida.

Quantidade de vagas: 1 (uma)

Envio das candidaturas:

Etapa

Descrição

Data/Prazo

Envio de candidaturas

1)      Preencher o formulário P11, disponível em:

http://www.unfpa.org.br/Arquivos/p11_port_final.doc

Na página de anúncios de vagas, clique em "Apply Now". Depois de completar os dados necessários, clique em "Submit Application". Em "Attach Resume", clique em "Browse" para incluir seu P11 já preenchido. Em "Upload Resume", envie seu P11.

       2) Enviar carta de motivação contendo:

Breve descrição da sua trajetória acadêmica;

Breve descrição da sua trajetória profissional;

Afinidades com o tema do projeto e com o mandato do UNFPA;

Afinidades com o público-alvo ao qual o projeto está direcionado;

Contribuições que poderá oferecer trabalhando com o projeto;

A carta deverá: ter até 2 laudas, espaçamento 1,5, fonte: times new roman.

 

Entre os dias 8 e 20 de novembro, 2018

Agendamento de entrevistas

As entrevistas poderão ser realizadas por videoconferência ou presencialmente. Entraremos em contato na data indicada para maioresinformações.

A ser definida

Realização das Entrevistas

Realização das entrevistas agendadas com as candidatas e candidatos. 

A ser definida

Divulgação dos resultados

Análise e Divulgação dos resultados.

1a quinzena de Dezembro, 2018

Início da contratação

Iniciar processo de contratação de SCs para o projeto.

Janeiro de 2019.

 

 

 

 

 

 


El PNUD está comprometido con lograr la diversidad de su personal en términos de género, nacionalidad y cultura. Se alienta por igual a las personas que pertenecen a grupos minoritarios, a pueblos indígenas o que tienen alguna discapacidad a presentar su candidatura. Todas las solicitudes se tratarán con la mayor confidencialidad.

UNDP no tolera la explotación y el abuso sexual, ningún tipo de acoso, incluido el acoso sexual, ni la discriminación. Por lo tanto, todos los candidatos seleccionados serán sometidos a una rigurosa verificación de referencias y antecedentes.


Si está experimentando alguna dificultad con la solicitud de empleo en líneam puede ponerse en contacto con: erecruit.helpdesk@undp.org

© 2016 Programas de las Naciones Unidas para el Desarrollo